Obra em Progresso é uma trabalho multimídia que já se iniciou em algum momento indeterminado e não tem planos para acabar.

Obra em Progresso é um work in progress. E quanto mais progride, mais se dissolve.

Obra em Progresso envolve diversos artistas, locais e objetos, todos com funções e identidades móveis e intercambiáveis.

Obra em Progresso compõe-se de diversos fragmentos a serem apreciados em conjunto na forma de um poliedro.

Obra em Progresso faz sentido.

Obra em Progresso convida você e todos os seus fragmentos a desvendar os seus sentidos.

Obra em Progresso narra suas narrativas e as narrativas que as geraram. As narrativas são sempre a mesma, mas ela nunca é igual.

Obra em Progresso é sempre dúbia e seus contrários se chocam e se amalgamam formando um alguém indivíduo.

Obra em Progresso é unidade, mas as partes de Obra em Progresso não cessam de se mover e mudar.

Obra em Progresso se apresenta como um caleidoscópio. As apresentações de Obra em Progresso fazem sentido.

Obra em Progresso uma vez apresentou um manifesto sobre si. Ele é conhecido por 111 nomes diferentes.

Obra em Progresso demanda paciência.

Obra em Progresso provoca desejo.

Obra em Progresso arranca risadas.

Obra em Progresso é obra da ignorância que implica a imitação que conecta conhecimento que forja a forma que solda o saber que converge contatos que suaviza a sensação que dirige o desejo que adere à anexação que mira a morte que vela a vida que envolve o enrolar da existencialidade.

Obra em Progresso é afeita a mitologias e todos os tipos de verdade.

Obra em Progresso converte católicos em protestantes e protestantes em católicos, palmeirenses em corintianos e corintianos em palmeirenses, sulistas em nortistas e nortistas em sulistas, esquerdistas em direitistas e direitistas em esquerdistas, atores em espectadores e espectadores em atores, tradutores em glossolálios e glossolálios em tradutores, Michael Jackson negro em Michael Jackson branco e Michael Jackson branco em Michael Jackson negro, água em vinho e vinho em água, saco em mala e mala em saco, Ana em Ana e Ana em Ana, .mp4 em .mkv e .mkv. em .mp4, em um vice-versa infinito. De modo que quando um alcança seu oposto deve opor a si mesmo novamente.

Obra em Progresso tem quatro direções e para achar seu norte basta se voltar aos ventos que sopram para o sul.

Obra em Progresso é um mapa. Esse mapa é uma carta. Essa carta é um livro. Esse livro é desenhado. Esse desenho é animado. Esse vídeo é uma performance. Essa performance é uma coreografia. Essa coreografia é urbana. Esse urbanismo é mapeado. Esse mapa é uma Obra em Progresso.

Obra em Progresso evita definições últimas. Este texto sobre Obra em Progresso ainda é uma obra em progresso. Você está progredindo bem nele.

Obra em Progresso é um golpe de dados: avance duas casas.

Obra em Progresso é um enigma e toda vez que você o decifra é devorado. Obra em Progresso sempre te cospe de volta.

Obra em Progresso é um homem. Esse homem é um Zé Ninguém. Esse Zé Ninguém é um Todo Mundo. Todo Mundo se acha importante.

Obra em Progresso não acredita na ordem, nem no progresso.

___

Work in Progress

Work in Progress is a multimedia work that has already begun in some undetermined time and does not have plans to finish.

Work in Progress is a work in progress. And the more it progress the more it dissolves itself.

Work in Progress involves different artists, places and objects, all of them with movable and interchangeable functions and identities.

Work in Progress is composed of different fragments to be appreciated en bloc in the form of a polyhedron.

Work in Progress makes sense.

Work in Progress invites you and all your fragments to unveil its senses.

Work in Progress narrates your narratives and the narratives that originated them. The narratives are always the same, but always different.

Work in Progress is always dubious and its contraries collide and amalgamate forming someone individual.

Work in Progress is unity, but the parts of Work in Progress don’t cease to move and change.

Work in Progress presents itself as a kaleidoscope. The presentations of Work in Progress make sense.

Work in Progress once presented a manifest about itself. It is known by 111 different names.

Work in Progress demands patience.

Work in Progress provokes desire.

 Work in Progress brings out laughter.

Work in Progress is work of the ignorance that implies impression that knits knowledge that finds the nameform that whets the wits that convey contacts that sweeten sensation that drives desire that adheres to attachment that dogs death that bitches birth that entails the ensuance of existenciality.

Work in Progress accepts mythologies and all kinds of truth.

Work in Progress converts Catholics into Protestants and Protestants into Catholics, Manchester United fans into Manchester City fans and Manchester City fans into Manchester United fans, southern into northern and northern into southern, leftists into rightists and rightists into leftists, actors into spectators and spectators into actors, translators into glossolaliers and glossolaliers into translators, black Michael Jackson into white Michael Jackson and white Michael Jackson into black Michael Jackson, water into wine and wine into water, potato into tomato and tomato into potato, Ana into Ana and Ana into Ana, .mp4 into .mkv and .mkv. into .mp4, in an infinite vice-versa. So when one reaches its opposite it shall oppose to itself again.

Work in Progress has four directions and in order to find its north one shall turn to the winds that blows to the south.

 Work in Progress is a map. That map is a letter. That letter is a book. That book is drawn. That draw is a cartoon. That video is a performance. That performance is choreography. That choreography is urban. That urbanism is mapped. That map is a Work in Progress.

Work in Progress avoids ultimate definitions. This text about Work in Progress still a work in progress. You are well progressing with it.

Work in Progress is a through of dices: move two squares forward.

Work in Progress is a puzzle and every time you solve it you are devoured. Work in Progress always spits you back.

Work in Progress is a man. That man is a No Man. No Man is Everybody. Everybody thinks too much of himself.

 Work in Progress doesn’t believe in order, neither in progress.

Anúncios